jusbrasil.com.br
25 de Setembro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região TRT-3 - RECURSO ORDINARIO TRABALHISTA : RO 0011338-73.2018.5.03.0052 0011338-73.2018.5.03.0052

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
Decima Primeira Turma
Relator
Marco Antonio Paulinelli Carvalho
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. ASSISTENCIAIS E DE SUCUMBÊNCIA. CUMULAÇÃO INDEVIDA.

A condenação do vencido ao pagamento cumulado dos honorários advocatícios assistenciais com honorários sucumbenciais não encontra amparo legal. Na verdade, os honorários assistenciais decorrem também da sucumbência. Tanto é assim que o art. 16 da Lei 5.584/70, revogado pelo art. da Lei 13.725, de 04/10/2018, determinava que "os honorários do advogado pagos pelo vencido reverterão em favor do Sindicato assistente".
Disponível em: https://trt-3.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/679584013/recurso-ordinario-trabalhista-ro-113387320185030052-0011338-7320185030052

Informações relacionadas

Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região TRT-3 - RECURSO ORDINARIO TRABALHISTA : RO 0011338-73.2018.5.03.0052 MG 0011338-73.2018.5.03.0052

HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. ASSISTENCIAIS E DE SUCUMBÊNCIA. CUMULAÇÃO INDEVIDA. A condenação do vencido ao pagamento cumulado dos honorários advocatícios assistenciais com honorários sucumbenciais não encontra amparo legal. Na verdade, os honorários assistenciais decorrem também da sucumbência. Tanto é assim que o art. 16 …